Arquivar abril 2019

Quão Difícil é Remover Adesivos de Parede de Vinil?

adesivos-de-parede

Aqueles Adesivos que brilham no escuro bacana são toda a raiva nos dias de hoje, e não é de admirar. Com a aplicação de um adesivo simples, você pode apimentar totalmente a aparência de uma sala.

 Árvores, plantas, pássaros e muitas outras formas estão disponíveis para pessoas que querem que suas paredes tenham um pouco mais de diversão e textura, e você também pode fazer o seu próprio usando kits especiais.

Mas você pode ter uma questão persistente em sua mente: como é difícil remover adesivos de parede?

adesivos-de-parede

Redesenho e Valor de Revenda

Esta é uma questão importante para as pessoas que sabem que podem querer redesenhar em algum momento, bem como as pessoas preocupadas com o valor de revenda. 

Ao preparar uma casa para venda, é comum tirar esses acentos pessoais e retornar a cores de tinta neutras e design de interiores para que os possíveis compradores possam se imaginar em casa, em vez de ter que ignorar o gosto dos atuais proprietários. 

E para aqueles que pensam no futuro sobre redesenho, aquelas borboletas fofas no quarto de uma criança podem ser uma fonte de muita atenção quando a adolescência passar.

Remover adesivos de parede

Portanto, antes de eliminar o kit de decalque, vale a pena saber em que você está indo e o que você precisará fazer quando chegar a hora de remover os adesivos e devolver as paredes ao estado anterior.

 A boa notícia é que remover adesivos de parede é relativamente fácil, mas precisa ser feito com cuidado e paciência para obter os melhores resultados.

Estes decalques de vinil são projetados para ficar, potencialmente por anos, mas também para sair com relativa facilidade. Se eles são bem feitos, tudo que você precisa fazer é começar um canto com uma unha ou uma ferramenta como uma faca afiada, e você deve ser capaz de retirá-lo gentilmente. 

Depois de conseguir uma vantagem inicial, você pode descascar o resto do decalque. Certifique-se de fazê-lo lentamente para que você não fique com tiras individuais de vinil que você precisará remover.

Ajuda para decalques difíceis de remover

Se o decalque estiver sendo teimoso, tente usar um secador de cabelo em uma posição baixa para soltar o adesivo. Não segure muito perto, porque se você começar a derreter o vinil, vai acabar com uma bagunça enorme. 

Puxe delicadamente o decalque ligeiramente aquecido de vez em quando para ver se o adesivo se afrouxou e cuidado; pode estar deixando uma mancha na parede com a qual você terá que lidar. Ao puxar, continue usando o secador para soltar a próxima seção.

ADVERTÊNCIA: Não aplique pressão (o que tornará o adesivo ainda mais duro) ou use água na tentativa de tirá-lo. Estes podem criar mais uma bagunça do que você começou.

Remova o adesivo restante

Uma vez que o decalque é removido, você provavelmente terá algum adesivo deixado para trás, e é importante tirar tudo isso antes de começar a preparar a parede para sua próxima aventura. 

Grande parte dela pode sair se você gentilmente passar a mão pela parede: ela deve se levantar para facilitar o descarte. Lave a parede com uma solução de amônia para obter o resto e deixe secar completamente antes de dar o próximo passo.

Quando você pode precisar de repintura

Se um adesivo de parede foi removido corretamente, a tinta abaixo deve estar intacta. Pode ser possível apenas lavar suavemente toda a parede e deixar secar sem fazer mais nada. 

No entanto, a repintura pode ser necessária se a tinta estiver velha, desbotada ou lascada, ou se houver uma área de dano solar e desbotamento em volta do local anterior do decalque.

Quando você contrata um pintor, ele ou ela precisará avaliar a parede para determinar que tipos de tinta e pincel usar, e se o primer será necessário para garantir a aplicação uniforme do revestimento de cobertura.

Este é um passo importante, porque se a tinta não for aplicada corretamente, o desenho do decalque pode manter o sangramento nas camadas subsequentes de tinta. 

Esse “fantasma” pode se tornar bastante desagradável, e é indesejável, se uma casa está sendo preparada para venda ou se uma sala está sendo refeita para um novo propósito.

Uma Dose de Freud e uma Porção de Fritas, Por Favor

Sigmund Freud foi um dos pais da psicologia moderna e o inventor da terapia do “sente no sofá e me fale sobre os seus problemas”.

Uma Dose de Freud

Freud acertou bastante, mas ninguém – nem mesmo ele – acerta sempre. Uma de suas ideias era a de que os pais desempenham um papel determinante na formação das personalidades e saúde emocional de seus filhos. Essa ideia persiste até hoje e serve para qualquer pessoa incluindo eu na área de polimento de mármores e granitos rj.

Em pleno século 21, é perfeitamente normal e aceitável discutir as deficiências de seus pais como uma espécie de explicação para as suas próprias. Fóruns de auto desenvolvimento lotam salas com histórias recheadas de “pobre de mim” sobre como os pais não foram presentes o suficiente, não mostraram afeto o suficiente ou foram, de uma forma ou de outra, responsáveis pela crise da pessoa.

Hoje, esta ideia de responsabilidade dos pais é tão onipresente que se tornou um clichê, uma paródia. “Oh, mamãe não te abraçou o suficiente? Vamos beber Smirnoff e dirigir BMW’s, isso vai passar.” Existe uma linha muito tênue entre autoaperfeiçoamento e autoindulgência. Como já dizia Renato Russo: “você culpa seus pais por tudo, isso é absurdo; são crianças como você… o que você vai ser quando você crescer?”  

Meu pai era policial rodoviário, introvertido, sonhador e tinha problemas de raiva. Ele morreu de ataque cardíaco aos 42 anos, quando eu tinha 5. Minha mãe foi professora a vida toda e é uma pessoa extrovertida, brincalhona e péssima em controle de finanças. Quando algo dava errado, a culpa inevitavelmente recaia sobre um deles (ou sobre os dois): “briguei mesmo, sou estourada com o meu pai,” ou então “como eu posso guardar algum dinheiro se eu sou consumista compulsiva como a minha mãe?”

Na verdade, essa é uma ótima desculpa para nos livrar das encrencas em que nós mesmos nos colocamos. Funciona bem até nos darmos conta de que essa influência é, na verdade, muito pequena. Muito menor do que Freud pensava. E muito menor do que a maioria de nós tende a pensar. Traumas de infância são traumas de infância, não importa se eles foram causados pelos pais, por algum professor, por um valentão da escola, ou por um ataque de vespas africanas na TPM. Na verdade, os pais de merda em um ambiente bom são melhores do que pais bons em um ambiente de merda.

Afinal de contas, alguém tem culpa nessa história?

À medida que crescemos algo terrível acontece. Percebemos que os nossos pais são pessoas. Eles erram. Eles têm problemas. Às vezes, problemas graves. E o que é pior é que, quando chegamos aos nossos vinte ou trinta e tantos, começamos a perceber que nós também temos problemas, muitos dos quais são IDÊNTICOS aos problemas dos nossos pais! Maldição! Por isso, é quase impossível não encontrar algum tipo de correlação entre o comportamento deles e o nosso próprio enquanto adultos.

Eles são semelhantes demais para serem ignorados! Mas é aqui que a coisa muda: a verdade é que os nossos problemas são, simplesmente, nossos problemas, independentemente do que os nossos pais fizeram ou deixaram de fazer. Nós somos responsáveis por nós mesmos, e ao mesmo tempo em que não podemos controlar a nossa genética ou a nossa história de vida, sempre podemos controlar o que fazemos com base nelas. Todos, sem exceção, têm experiências de merda.

Algumas são piores do que as outras, mas elas estão todas lá. E depende de nossa capacidade de discernimento, enquanto adultos, reinterpretá-las, alterá-las e construir algo positivo com elas. Nós somos responsáveis por quem nós somos hoje. Não é tudo culpa deles. Honestamente, não importa de quem é a culpa. Porque a responsabilidade é sempre sua. Então, se você está em um grande buraco, comece a subir sem olhar para trás.

Como Escolher seus Fornecedores de Roupas

Como escolher seus fornecedores de roupas

Os fornecedores são essenciais para todos os negócios por isso informamos como fazer a melhor seleção para otimizar sua operação na sua loja de roupas.

Sem um bom fornecedor de roupas para a sua loja, você teria que partir para a fabricação própria na qual daria muito trabalho no começo do seu negócio.

Considere que sua operação diária já requer inúmeros produtos e serviços que também fazem parte de seus custos e despesas gerais, desde clipes de papel até o acesso à Internet.

Um bom fornecedor além de facilitar o seu negócio, eles também são uma importante fonte de informações para avaliar o potencial de novas peças, acompanhar as ações de seus concorrentes, identificar áreas de oportunidade e informar tendências na moda.

Assim, eles podem se tornar seus parceiros e ajudá-lo a reduzir custos, melhorar o design de um produto e até mesmo aliar-se a você para financiar estratégias de marketing.

Portanto, é vital fazer uma boa seleção deles como parte de seu plano de crescimento

Como escolher um bom fornecedor de roupas?

Primeiro, identifique as quatro categorias em que os fornecedores são divididos:

1. Fábricas de roupas

Muitos varejistas compram através dos vendedores de uma fábrica ou representantes independentes que gerenciam o catálogo de diferentes empresas. Seus preços são geralmente mais baixos, a menos que a localização do varejista aumente o custo de envio.

2. Distribuidores

Também conhecidos como atacadistas, corretores ou intermediários, eles são caracterizados pela compra de grandes quantidades de vários fabricantes e armazéns para revender aos varejistas.

Apesar de lidarem com preços mais altos do que os da categoria anterior, a taxa de frete é menor e eles têm um tempo de entrega menor, o que muitas vezes compensa o aumento no preço por item.

Da mesma forma, eles podem enviar pequenas encomendas de diferentes fabricantes.

3. Fabricante Independente

Na maioria dos casos, são artesãos autônomos que vendem por meio de representantes ou oferecem a distribuição exclusiva de suas criações. Eles costumam exibir as roupas em feiras de moda.

4. Importadores

Eles operam de forma semelhante a um atacadista nacional, só que com um catálogo de produtos estrangeiros. Se você não estiver familiarizado com esses fornecedores, a alternativa é viajar diretamente para o país de origem para adquirir a mercadoria que lhe interessa.

Como escolher seus fornecedores de roupas

O que faz um fornecedor de roupas ser bom?

Para muitas empresas em crescimento, esse fator se concentra no preço. Embora seja verdade que esse elemento é essencial ao selecionar os fornecedores que o acompanharão enquanto você consolida sua empresa, também é verdade que há outros pontos igualmente importantes.

Após o preço, a confiabilidade é provavelmente o fator chave a ser procurado. Um fornecedor eficiente e confiável sempre enviará a quantidade certa de itens, conforme prometido, no prazo combinado e em boas condições.

Às vezes, alguém que fornece volumes maiores pode ser mais confiável, pois ele tem os meios para criar sistemas para garantir a entrega caso algo dê errado.

No entanto, não descarte aqueles com menos capacidade. Pense no seguinte: se você é um cliente grande de um pequeno fornecedor, provavelmente ela dará mais atenção, melhor serviço e segurança do que se fosse um pequeno comprador para um grande fornecedor.

Dica: analise as vantagens de dividir seus pedidos entre duas pequenas lojas – de preferência de outra cidade – para não gerar concorrência.

Estabilidade é outro indicador que irá guiá-lo ao escolher a melhor opção de fornecedor. Por exemplo, o fato de uma empresa estar no mercado por muito tempo é um bom sinal.

E se você também tem uma reputação sólida com o resto de seus clientes, então é um sinal promissor que é uma organização é estável.

Por outro lado, não esqueça a localização. Se você pedir mercadorias de alguém que esteja a vários quilômetros de distância de sua empresa, poderá levar mais tempo para obter a carga e gerar custos de remessa adicionais, especialmente quando você precisar de algo urgente.

A recomendação é que, antes de assinar qualquer contrato, você investigue e comprove quanto tempo levaria para entregar um pedido à sua área de operação.

Também, o seu fornecedor deve determinar as políticas relativas a custos de transporte. Pode acontecer que ao encomendar uma determinada quantidade de produto, o frete seja gratuito.

Ou talvez você possa combinar dois ou mais pedidos em um e, assim, economizar dinheiro no recebimento. Tudo isso começa com a medição da quantidade de suprimentos e itens necessários para operar a sua coleção de forma eficiente.

Por fim, procure fornecedores que possam oferecer as roupas e serviços mais recentes e avançados do mercado, produto com fotos recentes para você poder usar no marketing da sua loja de roupas.

Mas não só isso, eles também devem ter pessoal bem treinado, fornecer uma variedade de condições financeiras atraentes em suas compras e ter uma atitude realista em relação a você (que é o cliente).

Ou seja, esteja disposto e disposto a trabalhar com você para que ambas as partes possam prosperar seus respectivos negócios.

7 Benefícios da massagem relaxante para o seu corpo

Os benefícios da massagem relaxante vão além de oferecer ao corpo e à mente um profundo estado de bem-estar. Esta técnica, ao promover o relaxamento como objetivo principal, estimula uma série de ações positivas no organismo, desde melhorar a circulação sanguínea até reduzir o desconforto típico da síndrome pré-menstrual. Sabia? Há muito que uma massagem relaxante pode fazer por você, pelo seu corpo e pela sua saúde.

Benefícios da massagem relaxante que irá surpreendê-lo

Além da libertação óbvia de tensão, e é por isso que recorremos frequentemente a este tipo de tratamento, os benefícios da massagem relaxante são muito mais profundos. Estas são algumas das suas vantagens surpreendentes:

Ajudar a reduzir dores nas costas e na cabeça

Massagem relaxante estimula a circulação sanguínea, ajuda a relaxar os músculos e alivia a tensão que se acumula neles. Este benefício permite aliviar a dor localizada nas costas e na cabeça devido a causas tensionais, além de combater  a rigidez corporal.

Diminui nossos níveis de estresse

Entre os benefícios da massagem relaxante, destaca-se o seu poder de oferecer um estado de tranquilidade profunda graças à diminuição dos níveis do hormônio cortisol no corpo. Lembre-se que este hormônio é secretado em grandes quantidades quando o corpo humano é submetido a uma grande carga de estresse. Portanto, nada melhor que uma massagem relaxante para parar a fadiga e a angústia.

Reduzir a pressão arterial e melhorar a circulação

As massagens ativam o sistema circulatório , o que permite que todo o corpo humano receba uma quantidade maior de oxigênio. Ao ativar a circulação, a pressão sanguínea é reduzida e a inflamação das extremidades causada por problemas vasculares, como as veias varicosas, é melhorada. 

Para piorar, devemos lembrar que a pele é nutrida pela composição do sangue, portanto, quanto melhor o sangue circular pelo corpo, melhor será a aparência da sua pele. Um tecido mais hidratado e saudável é possível com uma massagem relaxante.

Combate à ansiedade e depressão

Está provado que, depois de uma massagem relaxante, a pessoa sente-se renovada por dentro e por fora. E é que esta terapia estimula a secreção do hormônio serotonina, uma substância responsável por manter em equilíbrio o humor das pessoas. Portanto, quando você receber uma massagem relaxante, você não apenas será feliz, mas também lutará contra os sintomas da ansiedade quase instantaneamente.

Eles favorecem a eliminação de toxinas

O corpo tem filtros diferentes, como rins, fígado e gânglios linfáticos, para eliminar as toxinas acumuladas no corpo. O sistema circulatório é responsável por ajudar esses filtros a transportar as toxinas a serem descartadas. 

A ativação da circulação através da massagem manual ajuda a desintoxicar o corpo de forma mais eficaz , por isso cada vez mais pessoas chegam a centros estéticos com o objetivo de realizar uma drenagem linfática.

Diminuir a tensão muscular e promover flexibilidade

Estresse, preocupações, um estilo de vida sedentário e sentar-se muitas horas por dia causam tensão e dores musculares. Uma massagem relaxante é a melhor opção para aliviar estes sintomas, prevenir contraturas e mover-se sem desconforto ou complicações. Está ainda provado que este tipo de terapia é muito eficaz na redução das doenças causadas por condições como a osteoartrite.

Reduzir os sintomas da síndrome pré-menstrual

A inflamação causada pelo começo de um novo ciclo menstrual melhora consideravelmente após uma massagem relaxante graças à ativação da circulação sanguínea . Além disso, o aumento da serotonina ajudará muito as mulheres que apresentam alterações de humor durante esses dias do mês.

Usar um creme de massagem para realizá-la, ajuda a ser feliz e ficar livre da dor é mais do que necessário.

Lá Folia – Dicas de saúdehttp://www.bloglafolia.com/

Adoçantes fazem mal à saúde?

Popularizados graças à promessa de baixo ou inexistente valor calórico por porção, os adoçantes tem sido largamente usados para substituir o açúcar em dietas restritivas ou de manutenção, diferentemente da intenção original, que era substituir a glicose vinda da cana-de-açúcar em dietas para diabéticos.

Esse uso massivo levantou uma questão: adoçantes fazem mal à saúde? Uma pergunta, e respostas nada fáceis. Vamos tentar chegar a elas.

Quais são os adoçantes que existem no mercado?

adoçantes para perder gordura abdominal

Na verdade, existem diversos tipos de adoçantes (o açúcar também é um adoçante, espertinha, mas vou usar o termo para classificar o alimento que oferece sabor doce com pouca ou nenhuma caloria) e por isso vou dividi-los em adoçantes naturais, extraídos de plantas em sua imensa maioria, e adoçantes artificiais.

  • Adoçantes naturais: sacarose, frutose, lactose e estevosídeos estão entre os mais populares.
  • Adoçantes artificiais: ciclamato, sacarina, acessulfame, aspartame e sucralose são os mais conhecidos.

Os adoçantes tem sido muito usados para melhorar o emagrecimento e ajudar a melhorar a queima de gordura abdominal, para ver dicas diferentes para perder rápido, veja em:
https://www.lemaraisbistrot.com.br/como-perder-gordura-abdominal/

Quais destes adoçantes fazem mal à saúde?

Li, reli, pesquisei e só há uma certeza até agora: não há um consenso sobre o quão prejudicial pode ser o consumo de adoçantes em larga escala. O que se sabe de concreto sobre alguns destes adoçantes, principalmente os artificiais, é o seguinte:

  • O ciclamato tem produção e venda proibidas nos Estados Unidos, França, Japão e Inglaterra, graças a seu potencial cancerígeno se consumido em grandes quantidades. E quando se diz “grandes quantidades”, significa grandes MESMO, tipo mil latas de refrigerante em um dia.
  • A sacarina tem produção e venda proibidas no Canadá e na França. Assim como o ciclamato, sua proibição advém da quantidade de sódio presentes nestes adoçantes. A OMS (Organização Mundial da Saúde) tem o sódio em péssima conta graças à propensão que ele tem em causar hipertensão.
  • Mesmo os adoçantes ditos “seguros” como o acessulfame, que tem poder de adoçar 200 vezes maior do que o açúcar, e a stévia podem ser maléficas se consumidas em excesso.

Como consumir adoçantes de forma saudável?

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos estudou e viabilizou um cálculo para o consumo seguro de adoçantes baseado no peso corporal. As quantidades abaixo são para consumo diário, seguindo a proporção miligramas por quilo (mg/kg). Acompanhe:

  • Stévia: 04 mg/kg.
  • Sacarina: 05 mg/kg.
  • Ciclamato: 11 mg/kg.
  • Sucralose: 15 mg/kg.
  • Acessulfame: 15 mg/kg
  • Aspartame: 40 mg/kg.

E a dica final continua a mesma: consulte seu médico. Peça a ele exames para saber quais adoçantes são os melhores para sua dieta. Seja responsável pela sua saúde.

Tá Precisando De Mais Dinheiro? Veja Como Ganhar Dinheiro Extra

Não tem jeito, quando o orçamento aperta, ou não temos o suficiente para poder realizar nossas vontades, sempre vem àquela perguntinha, como ganhar dinheiro extra?

A questão em conseguir mais dinheiro ou juntar dinheiro, é uma questão de hábito, sempre gastamos um pouquinho a mais ali ou aqui, geralmente não pensamos em economizar.

Mas vou dar algumas dicas, de como você pode conseguir uma grana extra ou quem sabe pode tornar até sua fonte de renda principal.

Fique comigo nesse artigo, e garanto que você vai se surpreender.

Ganhe Dinheiro Com o Youtube

Uma maneira muito boa para ganhar dinheiro principalmente nas horas vagas trabalhando pela internet é a criação de vídeos.

O youtube é uma verdadeira TV na internet, é o segundo site mais acessado do mundo, perdendo apenas para o Google.

Criação de vídeos explicativos é uma ótima ideia para ganhar dinheiro, você pode fazer a produção desses vídeos e publicá-los nas suas horas vagas.

A sacada é criar sempre vídeos de conteúdo relevante, que possa desperta e prender a atenção dos visitantes.

Quanto mais visualizações nos seus vídeos mais dinheiro na sua conta. Se você gosta de trabalhar com edições de filmagens ou mesmo com gravações, essa é uma oportunidade única, mas sempre tenha em mente a criação de vídeos para resolver alguma duvida dos visitantes.

Dinheiro Extra Com Franquias Virtuais

Uma possibilidade muito boa para ganhar dinheiro extra e que vem crescendo muito, e é um espaço bem interessante são as franquias virtuais.

Existem diversas franquias virtuais que podem dar ótimos retornos de dinheiro na internet ao longo do tempo em que surgem as ofertas, com baixos investimentos.

Dê Aulas

Você é muito bom em alguma coisa? Sabe falar outros idiomas? É bom em física, matemática? Sabe tocar muito bem violão? Pois saiba de uma coisa, você pode conseguir ganhar muito dinheiro assim, sempre existem pessoas, até mesmo na sua rua, precisando aprender algo.

Uma boa sacada para começar a ter alunos é espalhando para todos os seus conhecidos, qual a sua atividade, anuncie em seu perfil de Facebook, Google Plus.

Caso você ainda não tenha um espaço para dar aulas, você pode reservar um espaço na sua própria sala, ou, um fator muito positivo é ir até a residência do aluno para dar as aulas, principalmente no início, isso é um fator muito relevante. Outro exemplo que vou citar são aulas de futebol e jogar em um grande clube como Botafogo títulos diversos.

Ganhe Dinheiro Com Suas Coisas Que Não Usa Mais

Tenho certeza que você conhece muito bem os sites, mercado livre, olx, bom negocio entre outros. Moveis ou eletrônicos que estão encostados e não tem mais utilidade nenhuma, é uma boa opção para lhe render uma graninha extra.

Roupas que você não use mais, e, que sejam de boa qualidade é uma excelente opção também, elas podem ser vendidas para amigos, ou vizinhos, ou até mesmo em bazares.

Criar um Blog

Se você gosta de escrever, e conhece muito bem sobre vários assuntos, como futebol, ganhar dinheiro na internet, saúde e beleza, moda ou decoração, criar um blog e postar artigos sobre o assunto que você conhece, é uma excelente opção.

Divulgação é essencial para que tenha sucesso, e você pode fazer isso, divulgando em seu Facebook, ou em outras redes sociais que você tenha.

Outra dica muito importante é você começar a interagir em fóruns que falam do mesmo tema do seu blog.

Conforme o andamento do seu blog, você poderá vender espaços em seu blog, existem empresas que pagam bem para anunciar em blogs da internet.

Trabalhe Como Redator

Outra opção muito boa para quem gosta muito de escrever é ser um redator, tanto para empresas como um freelancer.

Um redator é responsável pelas palavras, termos, traços estilísticos, discurso, e tudo mais que se refere à linguagem empregada nas peças, de acordo com a temática eleita para a campanha. Uma das principais atribuições do redator é conceituar: estabelecer a linha comunicativa que vai traduzir o conceito definido pela equipe de criação.

Então não perca tempo, comece logo divulgando seu trabalho na internet, e comece a criar artigos e cobrando por eles, em media um artigo de 600 palavras custa em torno de 10 reais, se você fizer 5 artigos por dia, já lhe rende 50 reais diários.

Os preços dos artigos são estabelecidos de acordo com a quantidade de palavras, quanto maior o artigo, maior o preço.

Conclusão Sobre Dinheiro Extra

Bom, espero que vocês tenham percebido que existem muitas formas de ganhar dinheiro extra, o que precisamos é exercitar nossas mentes para encontrar a melhor opção.

O grande problema que muitas pessoas encontram e afirmam não conseguir ganhar dinheiro extra, tanto na internet, quanto na vida real, é a comodidade, ficam muito acomodadas.

É preciso pesquisar o mercado, saber o problema das pessoas, o que elas mais precisam, e com isso, mesmo que você não tenha conhecimento em determinado assunto, você já tem um ideia que vai te render dinheiro, basta se especializar a aquele problema, e começar a resolver esses assuntos das pessoas.

Então se você gostou não se esqueça de curtir e compartilhar, grande abraço.

15 maneiras de prevenir infestações de pragas

Veja agora 15 dicas de prevenção contras pragas.
Mesmo que o verão esteja chegando ao fim, as pragas ainda estão desfrutando das temperaturas quentes e uma infestação pode estar ao virar da esquina.

Os especialistas em controle de pragas de Sumter, Columbia e Charleston criaram uma lista de coisas simples que você pode fazer em sua casa ou no escritório para evitar uma infestação.

15 maneiras de prevenir infestações de pragas

1 – As formigas adoram as sobras, portanto guarde alimentos em recipientes hermeticamente fechados, como Tupperware, ou frascos com vedações de borracha nas tampas.

2 – Mantenha sempre uma tampa fechada na lata de lixo e mova o lixo para uma lixeira externa o mais rápido possível.

Inspeção da casa ou escritório

3 – Inspecione sua casa ou escritório quanto a rachaduras ou buracos nas paredes, sua fundação e aberturas. Se você encontrar algum, preencha ou lacre-o o mais rápido possível para evitar cupins, baratas e outras pragas.

4 – Inspecione pacotes de alimentos secos (quando possível) para vermes, besouros, mariposas e outras pragas antes de comprá-los.

5 – Paisagismo que entra em contato com a sua casa ou escritório dá às pragas uma maneira mais fácil de ficar em ambientes fechados, portanto mantenha suas árvores e arbustos longe do prédio.

6 – Conserte quaisquer canos, torneiras, eletrodomésticos, etc. A água parada pode atrair muitos tipos diferentes de pragas.

7 – Limpe os balcões, mesas e pisos regularmente para evitar migalhas ou acúmulo de alimentos.

8 – Se você não tiver telas nas janelas ou portas de tempestade, instale algumas. Você poderá deixar entrar ar fresco sem se preocupar com pragas.

9 – Besouros e cupins amam madeira, então elimine qualquer pedaço de madeira dentro ou fora de sua casa ou escritório. Muitas pessoas perguntam se fezes de cupim faz mal, não faz, porém é preciso ficar atento e acabar com essas pragas. Acesse o site Cute Animals e descubra.

10 – Mantenha sua casa livre de desordem. As pragas adoram se esconder em áreas escuras, então quanto mais desordem você tem, mais casas elas têm para escolher.

11 – Use produtos de controle de pragas, como zappers, sprays, papel colante e muito mais, para evitar que o problema fique maior.

12 – Antes de entrar, verifique se há pulgas em seus animais de estimação. Uma vez que as pulgas estão dentro de casa, elas podem se espalhar facilmente.

13 – Limpe a sua casa ou escritório com frequência para eliminar pragas e / ou ovos de pragas.

14 – Use velas de citronela ao ar livre para evitar mosquitos.

15 – Resistir usando cobertura de madeira para o seu paisagismo. Em vez disso, tente cascalho ou rocha.

Outras dicas

Se você já tentou essas táticas, mas ainda está passando por uma infestação de pragas , ligue imediatamente para o escritório de controle de pragas da mais próximo da sua cidade, somente especialistas na área para resolver o problema.

A empresa contratada, avaliará sua casa ou escritório e conseguirá controlar o problema das pragas definitivamente.

Esse foi nosso artigo com 15 maneiras de prevenir infestações de pragas.

Semijoias de alta e baixa fusão: qual a diferença entre elas?

revender semijoias

No ramo da revenda de acessórios, é necessário tomar alguns cuidados e ter bastante conhecimento sobre os processos de fabricação das peças para evitar problemas com precificação dos produtos ou deixar as clientes insatisfeitas.

Por isso, se você é uma iniciante em revender semijoias e tem dúvidas sobre as semijoias de alta e baixa fusão, confira o artigo de hoje e saiba mais detalhes sobre essas peças.

Neste artigo iremos solucionar algumas dúvidas como o que é uma joia de alta fusão, qual a diferença para a de baixa fusão, qual delas é melhor e qual vale mais a pena comprar. Confira!

revender semijoias

O que caracteriza uma semijoia de alta fusão?

Os acessórios de alta fusão são denominados dessa maneira por serem produzidos em metais base que precisam de alta fusão para serem fundidos.

Portanto, qualquer semijoia produzida com cobre e o latão é considerada de alta fusão, por precisar de temperaturas superiores a 850ºC em sua elaboração, normalmente atingindo a média de 1000ºC. Outros metais como o ouro e prata também são fundidos em altas temperaturas.

Somente com um alto ponto de fusão esses metais podem ser derretidos e em seguida modelados no formato do acessório desejado (seja um brinco, anel, etc).

E a de baixa fusão?

A única diferença para as semijoias de baixa fusão é que elas são produzidas com metais bases que precisam de temperaturas menores, sendo necessário menos de 500ºC para fundir os materiais que formam essas peças.

Por isso, os acessórios produzidos com estanho e manganês são caracterizados como semijoias de baixa fusão.

Qual é melhor: a semijoia de alta ou a de baixa fusão?

Agora que você entendeu a diferença entre esses métodos de produção, provavelmente deve estar se perguntando: algum deles é melhor?

Porém, uma semijoia ser de alta ou baixa fusão não caracteriza ela como melhor ou pior em qualidade do que outras, já que a diferença está apenas no método de produção.

Normalmente algumas pessoas têm a ideia errada de que as semijoias de alta fusão são de melhor qualidade, mas isso se deve ao fato de que o processo de alta fusão é mais eficiente para fazer acessórios delicados.

Por isso, a maioria das semijoias com detalhes, zircônias ou cravações de pedra é feita com alta fusão, pois esse método garante mais complexidade na elaboração da peça.

Pelo mesmo motivo, as peças de baixa fusão costumam ser mais simples, não ter tantos detalhes, pedras ou cravações, já que a produção é menos complexa.

A única forma de definir a diferença de qualidade entre esses dois tipos de peça é analisando o processo de folheação ou banho da peça, que pode ser feito com outros materiais de valores diferentes (prata ou ouro, por exemplo).

As peças em alta fusão são mais caras?

Sim. Entre as semijoias de baixa ou alta fusão, as peças feitas em alta fusão são mais caras.

Afinal, o método de produção em grandes temperaturas é mais complexo e requer mais tempo e investimento, resultando em acessórios mais caros.

Em qual delas vale mais a pena investir?

Em relação a durabilidade da peça e qualidade, em ambos os processos de fabricação o resultado é o mesmo.

As peças são de alta qualidade e o nível do acabamento irá variar de acordo com o fabricante.

Por isso, na prática, você deve escolher sua semijoia de acordo com a que você gostar mais e for de acordo com sua personalidade.

Apenas caso você esteja, por exemplo, com um orçamento baixo para investir na revenda ou acabou de ingressar no mercado de acessórios.

Nesse caso o ideal é pedir ao seu fornecedor as semijoias em baixa fusão, que têm um valor mais acessível.