Archive novembro 2018

IPVA RJ: Como consultar IPVA no Rio de Janeiro?

IPVA RJ: Como consultar IPVA no Rio de Janeiro?

O Imposto sobre a Propriedade de Veículo automotor, mais conhecido como IPVA, é um imposto estadual que tem por objetivo arrecadar dinheiro sobre os automóveis, abaixo de 20 anos de fabricação.

O IPVA é emitido a todos os motoristas proprietários de veículos automotores: carros, motos e caminhões, geralmente no mês de janeiro, onde o proprietário pode optar em pagar o valor à vista, com desconto, ou parcelar o mesmo em até três vezes.

Do valor arrecadado, 50% é destinado ao próprio estado onde o veículo encontra-se registrado, o restante é utilizado para uso fiscal, exclusivamente.

Cada estado tem uma forma específica de fazer a consulta do valor devido pelo IPVA e, nesse texto falaremos um pouco sobre o IPVA RJ (imposto cobrado no estado do Rio de Janeiro).

IPVA RJ - Como consultar IPVA no Rio de Janeiro

Como fazer a consulta dos débitos de IPVA RJ

Para saber os valores que você deve referente ao IPVA RJ, primeiramente você deve entrar no site do Detran do Rio de Janeiro (www.detran.rj.gov.br), logo em seguida, desça até a opção “veículos”. Abrirá uma nova janela onde aparecerá um menu com diversos serviços fornecidos pelo site do Detran.

Localize a opção IPVA e clique em cima dela. Aparecerá uma lista com diversas opções, todas elas relacionadas ao IPVA RJ. Selecione a primeira opção dessa lista que é onde você conseguirá emitir a guia para pagamento do seu IPVA RJ.

Para verificar os débitos existentes de seu veículo, você precisará fornecer na próxima tela o número do RENAVAM do seu veículo, e digitar o código de segurança captcha que aparece logo embaixo.

Feito isso, aparecerá todos os valores devidos referente ao RENAVAM digitado e, um botão para que você possa clicar em cima do mesmo e emitir o boleto com o valor devido para o pagamento.

De posse do boleto em mãos, é só você se dirigir até uma agencia bancária ou casa lotérica e efetuar o pagamento do seu IPVA RJ.

 

Como é feito o cálculo do valor a ser pago

O valor a ser pago pelo proprietário pelo veículo é calculado de acordo com o tipo e modelo de veículo que você possui. Para se chegar ao valor, é aplicado uma alíquota em cima de uma tabela fornecida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

Cada estado tem o poder de decidir qual o valor dessa alíquota que será cobrado em cima da tabela FIPE, que geralmente varia de 1% a 4% do valor do veículo naquele ano. O único estado que cobra o valor máximo da alíquota (4%) é São Paulo.

Como vimos acima, 50% do valor arrecadado fica com o estado onde você fez o pagamento, a outra metade fica com o município onde o veículo foi licenciado.

 

Quais os riscos de não se pagar o IPVA RJ

Cada motorista precisa estar com o IPVA do seu veículo quitado em dia, caso contrário não é possível efetuar o licenciamento do mesmo enquanto não for realizado esse pagamento que, por consequência, sem o licenciamento feito pode ter seu veículo apreendido.

Além de bloquear o licenciamento, a falta de pagamento do IPVA RJ impossibilita a venda e transferência do veículo.

Assistência Odontológica para gatos

atendimento odontológico gato é importante certificar-se de que seu animal de estimação gosta de um atestado de saúde, entre outras coisas. Os gatos também precisam de seus dentes para ser tomado cuidado de, pois pode levá-los a um monte de outros problemas relacionados com a sua saúde geral. Por exemplo, se o seu gato de estimação tem problemas periodontais, pode não comer bem e experimentar a saúde debilitada devido à falta de nutrientes adequados no organismo. Isso é o quão importante o atendimento odontológico é para o seu gato de estimação.

A maioria dos gatos podem sofrer de uma ampla gama de condições dentárias, se não forem devidamente tratados. É por isso que é da responsabilidade do proprietário do animal para se certificar de que o seu gato de estimação segue um regime de boa higiene dental. Pode ser trabalho, mas é muito bem servir você e seu gato de estimação bem no longo prazo.

Um dos problemas que os gatos sofrem com os dentes é a placa. Assim como os humanos, os gatos também têm acúmulo de tártaro nos seus próprios dentes chamados de placas. Isto é devido t os muitos tipos de alimentos que os gatos comem com algumas das substâncias que se acumulam em seu dentes que pode ainda levar ao acúmulo de tártaro. Se o acúmulo de placa continua, ele pode levar a problemas de gengiva e, eventualmente, a perda de dentes do seu gato de estimação.

Nem todos os gatos têm a mesma experiência com placa. Sua parece ser alguns gatos que são propensas ao acúmulo de tártaro, enquanto há outros que parecem fazer bem, mesmo com pouco cuidado dental. Alguns gatos podem exigir dentes regulares de limpeza, a fim de remover a placa acumular de seus dentes. A placa é um depósito amarelo esbranquiçada que se desenvolve gradualmente nos dentes.

Em gatos, a placa geralmente se desenvolve na face exterior dos dentes superiores. Se deixou de acumular, placa pode causar problemas de gengiva em gatos. Isto pode ser visto nas linhas de goma avermelhada que pode indicar que a placa já está a provocar alguma irritação.

A fim de evitar o excesso acúmulo de placa bacteriana nos dentes do seu gato de estimação, uma limpeza anual dentes podem ser sugeridas. Veterinários costumam colocar os gatos sob anestesia geral para ter seus dentes limpos. Mas este serviço pode vir com algum custo considerável. A próxima melhor coisa seria ter os dentes do seu gato de estimação limpa em casa.

Pode levar algum tempo para se acostumar ao tentar limpar os dentes do seu gato de estimação em casa. Gatos geralmente não gostam de ter seus dentes limpos. A fim de fazer isso, você pode precisar de ter o seu gato de estimação colocado em uma camisa de força toalha de banho, bem como um ajudante.

Gato

Produtos para ajuda

A escova de dentes do tamanho da criança iria funcionar bem quando limpar os dentes do seu gato de estimação. Você também pode fazer uso de algum creme dental comestível disponíveis em lojas de animais para tornar a tarefa mais fácil para você. Às vezes, os gatos podem se acostumar com a escovação dos dentes, se feito em uma base semanal.

Às vezes, quando você tentar observar alguns cuidados dentários gato de estimação, você pode achar que o seu gato de estimação tem um mau hálito. Isso pode ser causado por duas coisas. Um pode ocorrer quando um jovem gato está dentição. Com cerca de seis meses de idade, os gatos começam a perder seus dentes do bebê com os permanentes substituí-los.

O odor na respiração do gato pode ser devido aos dentes processo de mudança. O odor na respiração do seu gato acabará por diminuir uma vez que os dentes entram.

O que é oratória e por que é essencial para a liderança?

Entenda o que é oratória, para que serve e como aplicá-la na liderança.

Algum dos registros mais antigos do uso da oratória remontam ao antigo Egito. Na Grécia antiga e na Roma, a oratória era utilizada e muito valorizada como forma de persuadir o público, sendo isso definido como retórica.

Esse conceito adquiriu tanta importância que durante a Idade Média e o Renascimento a oratória foi enfatizada como parte da educação nas artes liberais.
Nesse ponto, você já deve ter percebido a importância histórica da oratória, não é mesmo? Então, a pergunta que nos resta é: o que é oratória? Continue lendo para descobrir os principais pontos a serem considerados quando falamos dessa capacidade humana.

oratória

O que é oratória?

Bem, podemos definir esse termo como sendo um conjunto de habilidades capazes de diferenciar um discurso comum de um memorável.

É só falar? Só ficar de pé? Só gesticular? Não, oratória é muito mais do que isso, oratória é a arte de falar com eloquência. Vou te explicar!
De acordo com o nosso dicionário, falar com eloquência significa falar com desenvoltura, com propriedade, falar com desenvolvimento, demonstrando conhecimento e domínio do assunto.

E na prática, o que é oratória? É a soma de três fatores: a linguagem corporal, mais a linguagem verbal, além de uma mensagem bem estruturada. Tudo isso sendo dito com muito entusiasmo.

Os princípios da oratória

Linguagem corporal não é dançar ou apenas movimentar o corpo. É o olhar, a forma como você movimenta a sua mão, como se faz o jogo de corpo, como se anda no espaço em que você está.

A comunicação verbal nada mais é do que a fala. A fala pede entonação, ritmo, dicção e ênfase.
Já uma mensagem bem estruturada significa organizar as suas ideias. Ter sempre tudo bem organizado e definido em sua mente, com a ordem com que procederá os temas.

Não pode faltar o entusiasmo. Basta imaginar como você se sente quando vai assistir a um vídeo, uma aula ou palestra em que o narrador não fala com paixão. Não dá vontade de continuar, certo?
Entusiasmo é chegar para fazer a palestra e transmitir paixão com aquilo que se faz, realizar a tarefa com amor, e dessa forma o orador se torna convincente e agradável, prendendo assim a atenção do público. Para fazer isso, existem algumas técnicas para se tornar um bom orador e falar bem em público.

A liderança e a oratória

Se eu não quero fazer seminários, não tenho interesse em ministrar palestras e não sou professor, então por que focar na oratória?
Em qualquer área do conhecimento, o uso da oratória é fundamental. Em uma entrevista de emprego, por exemplo, quando o recrutador pergunta sobre você, o que você diz?
Diz que se formou em 2000 e fez uma especialização? E aí esquece de dizer que você é uma pessoa com entusiasmo, responsável, comprometida, com várias experiências?
Esquece de dizer que você tem capacidade de assumir essa vaga porque acredita na empresa e que esse espaço pode ser um lugar para você mostrar seu conhecimento? Nesse caso, o problema é a falta da oratória.

Agora, imagine um líder que tem que apresentar um relatório para sua equipe. Os grandes oradores possuem técnicas diferenciadas com as quais vão mostrar exatamente o ponto a que querem chegar, vão amarrar as ideias corretamente e demonstrar uma postura diferenciada. Isso faz toda a diferença para exercer a liderança em uma organização.

A oratória pode e deve ser aplicada em diversas áreas e situações, como: discursar sobre algum tema, ministrar um treinamento ou uma aula, defender uma ideia em uma reunião, realizar um negócio ou uma venda, por exemplo.
Um bom orador é aquele que consegue se expressar bem em qualquer lugar, seja na universidade, na igreja, no seu grupo de amigos, em uma festa, no bar ou até para conquistar a pessoa amada.

Diabetes, Neuropatia e Saúde Sexual

Quando se trata de saúde sexual, o diabetes é uma força a ser enfrentada.

Diabetes é um distúrbio metabólico. Normalmente, quando um corpo digere comida, os produtos químicos dividem a comida em açúcares e ácidos. O pâncreas produz um hormônio chamado insulina, que ajuda o corpo a usar açúcar como energia. No entanto, em pessoas com diabetes, o corpo não produz insulina suficiente ou não a utiliza de forma eficaz. Como resultado, há muito açúcar no sangue, aumentando o risco de uma variedade de problemas de saúde.

Estima-se que mais da metade dos homens com diabetes irá desenvolver disfunção erétil (DE), a incapacidade de ter uma ereção firme o suficiente para a relação sexual. Além disso, os homens diabéticos tendem a desenvolver DE cerca de dez a quinze anos mais cedo do que os homens que não são diabéticos. E ED pode ser mais grave para homens com diabetes.

As mulheres diabéticas também têm seu quinhão de questões sexuais. O diabetes pode levar a uma lubrificação vaginal deficiente, o que pode tornar o sexo desconfortável ou doloroso. Mulheres com diabetes podem ter problemas com desejo e excitação. Eles também são mais propensos a infecções fúngicas.

Como o diabetes causa esses problemas? A neuropatia é um caminho. Hoje vamos dar uma olhada nesta doença do nervo e como diabéticos podem atrasar ou até mesmo impedi-lo.

O que é neuropatia?

Neuropatia é dano do nervo. Segundo a American Diabetes Association, cerca de metade dos diabéticos têm neuropatia. É mais comum em pessoas idosas e naquelas que têm diabetes há muito tempo. Mas os mais jovens também podem ter neuropatia, especialmente se não mantiverem o açúcar no sangue sob controle.

Os danos nos nervos da diabetes podem acontecer em qualquer parte do corpo: pernas, estômago e olhos, por exemplo. Mas isso também pode acontecer em seus genitais.

Neuropatia e Órgãos Sexuais

O tipo de neuropatia que afeta os órgãos sexuais é chamado de neuropatia autonômica. Isso significa que o dano nervoso ocorre nos nervos autonômicos – aqueles envolvidos com processos que você não controla conscientemente, como o batimento cardíaco ou o sistema digestivo. (Você não “diz” ao seu sistema digestivo para digerir a comida; simplesmente acontece.)

Da mesma forma, quando as pessoas são sexualmente estimuladas, os sinais passam através de um sistema de nervos para o cérebro. Esses sinais iniciam o processo de preparar o corpo para o sexo.

Nos homens, eles “contam” os músculos penianos para relaxar e os vasos sanguíneos se expandem, permitindo que mais sangue flua para o pênis para formar uma ereção. Nas mulheres, os sinais “contam” a vagina para começar a lubrificar enquanto o sangue flui para os genitais.

Mas em uma pessoa com neuropatia, esses sinais não são transmitidos corretamente – ou de forma alguma. Por exemplo, alguns dos vasos sanguíneos de um homem podem se expandir, mas alguns podem não. Nesse caso, pode não haver sangue suficiente fluindo para formar uma boa ereção. Ou, os vasos sanguíneos podem não receber a mensagem e não há fluxo de sangue.

Os cientistas não sabem ao certo o que causa a neuropatia, mas alguns acham que proteínas anormais resultantes do alto nível de açúcar no sangue danificam os nervos. Outra teoria é que o açúcar no sangue adultera o processo de sinalização. O açúcar também pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos que trazem nutrientes aos nervos.

Nervos Saudáveis

Os nervos saudáveis ​​são essenciais para uma boa função sexual. Então, como os diabéticos podem prevenir ou retardar a neuropatia ou aliviar alguns de seus sintomas?

A maneira mais importante é controlar o açúcar no sangue. Tenha muito cuidado com sua dieta e tome todos os medicamentos exatamente como prescritos. Se você tiver alguma dúvida sobre como gerenciar seu diabetes, não deixe de perguntar ao seu médico.

Exercício pode ajudar, mas alguns tipos de exercício não são recomendados para pessoas com neuropatia. Verifique com seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios.

Lembre-se, também, que o controle do diabetes não é bom apenas para os nervos envolvidos na função sexual. A neuropatia pode acontecer em qualquer lugar, então o controle do açúcar no sangue beneficia todo o seu sistema nervoso – e todo o seu corpo.

Razões para dar Probióticos ao seu Cachorro

Todos nós queremos que nosso filhote fique saudável e cresça da melhor maneira possível. Por esta razão, às vezes – proprietários curiosos como nós – nos descobrimos investigando durante horas sobre toda a novidade que diz respeito ao nosso querido animal de estimação. Então confira as razões para dar probióticos ao seu cachorro

Razões-para-dar-probióticos-ao-seu-cachorro

Probióticos aumentam consideravelmente a saúde dos filhotes

Você precisa de mais razões para incluí-los em sua dieta? Não há problema! Aqui estão cinco dos benefícios mais importantes que eles alcançam em seu organismo peludo

Eles fortalecem o sistema imunológico:

Vários estudos asseguraram que um bom desenvolvimento do sistema digestivo é essencial para fortalecer o sistema imunológico. Portanto, como a ingestão de probióticos ajuda o sistema digestivo cumpre sua função como uma barreira para vírus e infecções, bem como alergias e intolerâncias alimentares, este beneficia tanto a saúde do sistema imunológico do seu animal de estimação.

Especialmente nos primeiros meses de vida, quando os cães são muito suscetíveis a doenças de origem viral porque seu sistema imunológico está apenas se formando. Mais se considerarmos que, nesse estágio, eles estão sujeitos a programas de vacinação, momentos de estresse, como separação da mãe e adaptação a uma nova família, e uma série de coisas novas para eles.

Melhore a sua saúde durante o período de desmame:

Como mencionamos no ponto anterior, os filhotes podem passar por diversas situações de estresse e condições ambientais que a primeira coisa que alteram é o trato gastrointestinal. Ou será que você não percebeu que, antes de uma emoção forte, podemos nos sentir enjoados ou podemos ficar chateados com o estômago? A mesma coisa acontece com o seu cabeludo.

Por essa razão, é necessário ser muito rigoroso que, durante esta fase do desmame e da socialização, os filhotes sejam alimentados corretamente. Coisa que a ingestão de probióticos pode favorecer diretamente, desde que uma flora intestinal rica tirará vantagem dos nutrientes ao máximo e será capaz de assimilar os antioxidantes e minerais como deveria ser.

Eles ajudam a recuperar a flora intestinal:

Se você é sensível a medicamentos e já teve uma intensa administração de antibióticos, você certamente saberá o que isso pode afetar o sistema digestivo, levando à diarréia ou vômito. E a mesma coisa pode acontecer com o seu cachorro.

Isto é porque alguns tipos de fármacos, tais como antibióticos, anti-helmínticos ou anti-infecciosos, tais como metronidazol (uso muito comum), alterar grandemente a flora intestinal, eliminando boas bactérias e enfraquecendo o tracto digestivo.

Nestes casos, os probióticos são muito úteis, pois ajudam a recuperar as boas bactérias perdidas.

Eles podem servir como “protetores gástricos”:

três pontos a respeito se você peludo pequena reage mal às drogas, e aqueles que põem em breve, você pode optar por oferecer, antes de uma colher de sopa de um dos probióticos mais benéfica de origem natural para cães: iogurte orgânico.

Sendo composto de cepas de bactérias como Lactobacillus, Lactobacillus acidophilus e Bifidobacterium, é um alimento muito bom para a saúde dos cães. No entanto, é importante que ele é livre de açúcares e gorduras trans de modo que não é prejudicial para o seu animal de estimação, além de não recomendado para exagerá-los e ajudar se eles sofrem de alergias graves ou dose de intolerância à lactose.

Evite doenças:

Sim, já dissemos várias vezes que, controlando o equilíbrio da flora intestinal, previne doenças relacionadas ao sistema digestivo. Mas sua prevenção vai além. Vários estudos mostraram que animais com boas fontes de probióticos intestinais toleram e respondem melhor a vacinas e ficam imunes por mais tempo.

Além disso, também foi demonstrado que eles têm a capacidade de eliminar alérgenos do corpo, por isso eles têm sido usados ​​para melhorar alergias e doenças auto-imunes crônicas.

Na verdade, está sendo desenvolvida uma pesquisa que liga o papel dos probióticos na prevenção de tumores.

A administração de probióticos ao seu filhote pode ser feita por alimentação, com alimentos específicos ricos em boas bactérias, como iogurte, ou por suplementos formulados. Ambas as formas, no entanto, devem ser oferecidas apenas com autorização médica prévia.

Felizmente, existem atualmente vários alimentos concentrados para cachorros que oferecem probióticos dentro de suas fórmulas, bem como prebióticos (que são fibras de origem vegetal que alimentam probióticos para estimular sua produção). Como o Pedigree Healthy Puppy Growth, cuja composição oferece prebióticos.

Então, se você quiser oferecer probióticos para seu animal de estimação, um bom ponto de partida será escolher uma dieta concentrada que contenha.